Reunião discute ações para fomentar o turismo náutico na Baía de Todos-os-Santos

Ações para impulsionar o turismo náutico na Baía de Todos-os-Santos foram discutidas durante reunião entre o secretário do Turismo do Estado da Bahia, Fausto Franco, e representantes do Yacht Clube da Bahia.

O afundamento do ferry boat Agenor Gordilho, que ocorrerá no dia 19 de outubro, foi um dos assuntos em discussão. O comodoro do Yacht Clube, Marcelo da Gama Lobo, aproveitou para sugerir a ampliação da área que será delimitada para a prática de mergulho. Ele também destacou o potencial da Baia de Todos-os-Santos para o turismo náutico. “Nós temos todas as condições para tornarmos Salvador a capital do mergulho de observação em área urbana”,  pontuou  Lobo.

O secretário Fausto Franco explicou que o governo está trabalhando para potencializar o turismo nas suas diversas áreas e, no caso específico da Baía  de Todos-os-os Santos,  será feita uma requalificação que vai abranger 18 municípios do seu entorno, através do Prodetur Nacional Bahia. O investimento é de U$ 78 milhões.

 Entre as licitações do Prodetur já concluídas estão a da Marina da Penha (contrato assinado) e do lote 1, que contempla obras de infraestrutura náutica no Solar do Unhão (Salvador),  Marina de Itaparica, Botelho (Ilha de Maré) e no atracadouro do Museu Wanderley Pinho (Candeias). Já a licitação do próprio museu, está em fase final.

Outro assunto discutido no encontro foi a logística de atracação das embarcações da regata Jacques Vabre, que sairá da França no dia 27 de outubro, com chegada dos velejadores na Bahia prevista para a partir do dia 6 de novembro.