Salinas da Margarida

Caracterização

A figura das “mariscadeiras”, mulheres que catam mariscos para sobreviver, geralmente acompanhadas por crianças, é a que mais chama atenção nesta cidade, que recebeu seu nome graças à extração de sal em terras de uma senhora chamada Margarida. Mariscos e camarões são abundantes na região, sendo a mariscada o prato típico da culinária de Salinas. A cidade também é famosa pelo artesanato com conchas e búzios.  O município encanta pela beleza de suas praias de águas calmas nas ilhas que o circundam, além de forte potencial para a pesca e a prática de esportes náuticos.

História

Local originalmente habitados pelos índios tupinambás, Salinas da Margarida integrou a capitania dos portos de Salvador e foi vendida ao português Manoel de Souza Campos, que acreditou que a localidade teria potencial para a exploração de salinas. O local ganhou status de município em 1962, a partir do desmembramento de territórios da ilha de Itaparica e parte da cidade de Maragojipe.

Economia

Pesca e marisco

População

13.338

Oferta hoteleira

Meios de hospedagem: 10

UH’s: 126

Leitos: 328

Gastronomia

Artesanato

Municípios beneficiados