Simões Filho

Caracterização

O município de Simões Filho não é considerado turístico e, por isso, não integra a zona turística da Baía de Todos-os-Santos. No entanto, a localidade foi inclusa no Plano Estratégico do Turismo Náutico na Baía de Todos-os-Santos, dada a sua importância para o desenvolvimento da Náutica na região.

Simões Filho integra a Baía de Aratu que, com seus 9,8 quilômetros quadrados de águas navegáveis, além de oferecer abrigo seguro às embarcações, é também local ideal para competições náuticas e oferece um cenário de grande beleza. É do Aratu Iate Clube, por exemplo, que parte a Regata Aratu-Maragojipe, uma das principais provas brasileiras e que tem ganho projeção internacional.

População

112.099 habitantes

Oferta hoteleira

Não há meio de hospedagem cadastrado no MTur

História

Originalmente parte do Recôncavo, a atual cidade de Simões Filho abrigou engenhos de cana-de-açúcar. Com a emancipação do distrito de Água Comprida, em 1961, o município ganhou o nome de Simões Filho para homenagear o jornalista Ernesto Simões Filho, fundador de um dos principais jornais baianos, o jornal A Tarde.

Economia

A indústria é a principal atividade econômica desenvolvida em Simões Filho, tendo como ícones o Centro Industrial de Aratu (CIA) e o Complexo Petroquímico de Camaçari (Copec).

Gastronomia

Artesanato

Municípios beneficiados